Fênix

 

 Editorial   Artigos & Resenhas   Expediente   Contato   Normas   Edições Anteriores  Indexadores

ARTIGOS & RESENHAS - ÍNDICE

Artigos

THE LINGUISTIC REPRESENTATION OF ECONOMICAL BREAKDOWNS IN THE MASS MEDIA
LANGUAGE AS INVERTED RHETORIC OF VIVITY. ON CRISIS IN NEWS AND EDITORIAL
WRITINGS IN THE NEW YORK TIMES ONLINE 2008-2009

Fee-Alexandra Haase


ABSTRACT: This article examines the description of economic crisis in The New Yort Times with examples of articles that appeared in the years 2008 and 2009. There are three dimensions the crisis as an event is described; one of them is the description of crisis as a movement or a development of international and global extension (spacial dimension). The second is the metaphorical one actually describing the crisis as a natural force. The third one is the description of the crisis as a more or less 'global crisis'. Our question is "How is the crisis as medial event described, if there is no concrete reference object to refer to, but just a, semantically expressed, concept denoting a non-material and nonperceptible entity described as crises?" Taking the examples from The New York Times we will demonstrate that such a lack of a concrete object does not alter the language of journalism, except that a (for the news language uncommon) metaphoric production takes part. The activity of the object represented by the noun is the agent of activities, even though the processes are highly abstract. On a meta-level, the language in the news becomes an allegorical network with the metaphorized object crisis as the agent of movement in an intertextual setting of texts using the expression.

KEYWORDS: The New York Times – Linguistic Representation – Economical Breakdowns.

 

LES POUVOIRS DU CINÉMA: TROIS FOIS LE NORD-EST DU BRESIL
(SECHERESSE, UN HOMME A ABATTRE ET LE CIEL DE SUELY)

Marcos Silva


RÉSUMÉ: Cet article traite des images du nord-est du Brésil à partir de films produits dans différents moments historiques: Sécherèsse (1963), par Nelson Pereira dos Santos, Un homme à abattre (1983), par Eduardo Coutinho, et Le ciel de Suely (2006), par Karim Aînouz. Chacun de ces films montre des approches différentes au nord-est brésilien et aussi interfère dans l'analyse des politiques générales au moment où ils ont été faits avec des propositions particulières. Ils mettent en évidence aussitôt la possibilité d'identifier des angles particuliers de luttes sociales et les efforts des différents groupes humains dans le but d'exprimer leurs volontés politiques. L'article analyse la capacité des films à faire ressortir des différentes voix et des différents interprétations à proposde leurs domaines.

MOTS-CLÉS: Nord-est du Brésil – Cinéma et Histoire – SécherèsseUn homme à abattreLe ciel de Suely – Nelson Pereira dos Santos – Eduardo Coutinho – Karim Aînouz.

 

A ARTE E A HISTÓRIA NO DOCUMENTÁRIO “A REVOLUÇÃO DE 1930”
Noé Freire Sandes e Vera Bergerot


RESUMO: O olhar artístico sobre uma obra evoca uma relação de cumplicidade capaz de preceder toda a busca de significação lógica, esperada pelo espectador comum. Há, no artista, certa necessidade íntima de velar, sob a égide de signos indecifráveis, seus impulsos mais íntimos e privados. No historiador instaurase o esforço de um pretendido processo de revisão histórica ao retirar o realismo, imagem igual à verdade, da interpretação do passado. Neste artigo há, portanto, a desafiadora reflexão sobre uma obra fílmica, um documentário sobre um momento de nossa história: a Revolução de 1930, de Sylvio Back, no qual arte e história se fundem numa multiplicidade de signos visuais que impedem a hegemonia de uma só interpretação, oferecendo e exigindo até um apaziguamento conceitual, procedimento que demanda, sem dúvida, uma abertura para novas interpretações.

PALAVRAS-CHAVE: História – Arte – Cinema – Revolução de 1930.

 

PROBLEMÁTICAS DA REGULAMENTAÇÃO
PROFISSIONAL DO ARTISTA DE TEATRO

Carminda Mendes André


RESUMO:A reiterada idéia de atraso da produção teatral brasileira, levou a autora a investigar o campo discursivo em que está locada. Ao aproximar o pensamento crítico de Machado de Assis ao processo de profissionalização do artista de teatro das primeiras décadas do século XX, a autora aproxima política e economia. Mostra nesse ensaio que a regulamentação da profissão do artista de teatro se baseia na organização fabril. A conseqüência imediata é a transformação das companhias teatrais em pessoa jurídica. Generalisam-se os contratos de trabalho e transforma-se o artista em operário da cena e, como tal, sujeitado às regras da produtividade.

PALAVRAS-CHAVE: Teatro – Normatividade – Regulamentação.

 

SEM EXCLAMAÇÃO! SEM RETICÊNCIAS... OU O MODERNISMO DE GRACILIANO RAMOS
E AS CONTRADIÇÕES DA MODERNIDADE BRASILEIRA

Francisco Fabiano de Freitas Mendes


RESUMO: Este texto intenta discutir aspectos do modernismo brasileiro em sua estreita e incontornável relação com o processo de modernização pelo qual passou o Brasil nas primeiras décadas do século XX. O olhar lançado sobre a questão centraliza a atenção sobre escritos e posições de Graciliano Ramos, expoente da chamada geração de 1930 do modernismo brasileiro, que servem à discussão sobre contradições entre a arte modernista e a modernidade experimentada no país ou, de um modo menos mecânico, favorecem o entendimento das particularidades do nosso modernismo, da nossa modernidade.

PALAVRAS-CHAVE: Modernismo – Literatura – Graciliano Ramos – Modernidade.

 

UMA ANÁLISE SOBRE O CASAMENTO MEDIEVAL
SEGUNDO THOMAS MALORY

Márcia Maria de Medeiros


RESUMO:O casamento era visto na idade média, entre os membros da nobreza, como uma forma de assegurar o futuro da linhagem e o crescimento galhardo da mesma. Assim ele se constituía em uma prática que se traduzia numa forma de controle da mulher e de seu corpo pela parentela masculina, fosse ela o pai, o marido, ou mesmo, o filho mais velho. Um dos casamentos mais famosos e celebrados dos romances de cavalaria é o de Artur e Ginebra, o qual será objeto de análise do presente trabalho, que observará os meandros literários e os artifícios utilizados por Thomas Malory para dar conta do episódio.

PALAVRAS-CHAVE: Casamento – Literatura medieval – Idade média.

 

HISTÓRIA INTERDISCIPLINAR E A ANÁLISE DE
CRÔNICAS PORTUGUESAS DO SÉCULO XV

André Luiz Bertoli


RESUMO: Nesse artigo, exploramos a idéia de interdisciplinaridade que permeia a disciplina História há longos anos. É através da proposta de uma análise interdisciplinar de crônicas medievais portuguesas que procuramos entender um pouco melhor o fazer histórico sobre a medievalidade nos dias atuais. Assim, ao discorrermos sobre a História Cultural em sintonia com a Análise do Discurso, esperamos chamar atenção para a multiplicidade de interpretações e leituras das fontes medievais. Para esse trabalho, destacamos e analisamos alguns trechos de duas crônicas do fim do Medievo português. Essas obras são: Crônica da Tomada de Ceuta (1449-50) e Crônica de Guiné (1452-53), ambas da pena de Gomes Eanes de Zurara (1410-74). Nos excertos escolhidos, buscamos demonstrar como se deu a construção de um ideal de nobreza e cavalaria na obra desse cronista luso.

PALAVRAS-CHAVE: História – Interdisciplinaridade – Idade Média – Crônicas – Gomes Eanes de Zurara.

 

BOSSUET, O SEMEADOR DA PAZ NA FRANÇA
Maria Izabel Barboza de Morais Oliveira


RESUMO: As guerras de conquista empreendidas por Luís XIV, na segunda metade do século XVII, traziam sérias consequências ao absolutismo na França. Além da intensificação da miséria já existente, despertava críticas na França e no estrangeiro. Sendo assim, em toda a sua trajetória como intelectual engajado ao serviço do absolutismo francês, Bossuet dedicou partes consideráveis de inúmeros de seus textos para defender a paz no reino.

PALAVRAS-CHAVE: França – Guerras – Poder – Bossuet – Paz.

 

QUANDO O ASSUNTO É VIDA NO INTERIOR E SUAS
ESTÓRIAS DO OCO DO MUNDO

Suzana Guimarães


RESUMO: Este artigo é parte de uma pesquisa de doutorado que tem como objetivo central estudar a obra do artista plástico Alcides Pereira dos Santos. Em linhas gerais, pode-se dizer que as poucas descrições, opiniões e discursos até agora proferidos sobre sua obra contribuíram e reforçaram para fazer de sua pintura resultado das qualidades inerentes a sua classe social. São classificações, generalizações observáveis, através dos atributos de fundo comum, tais como ser pobre, não ter tido acesso a uma educação formal em artes, geralmente ter começado a praticar (ou a se dedicar integralmente a) o ofício da pintura em idade avançada. Acrescente-se a isso que grande parte desses textos entenderam seu ato de pintar simplesmente como uma prática instintiva e ingênua do que se vê e se olha. Enfim, sua pintura prestaria (tendencialmente) a reproduzir uma cópia fiel da realidade. Este texto, no mínimo, desconfia dessa idéia de operar com a imagem de forma passiva.

PALAVRAS-CHAVE: Pintura – Identidade – Popular – Cópia.

 

ENTRE O ELOGIO E A SÁTIRA: JÚLIO DE CASTILHOS NAS PÁGINAS DA IMPRENSA ILUSTRADA
DO RIO DE JANEIRO NOS ANOS 1890

Aristeu Elisandro Machado Lopes


RESUMO: Entre os periódicos que circularam no Rio de Janeiro estavam a Revista Illustrada (1876-1898) e o Don Quixote (1894-1903). Ambos abordaram a primeira década republicana adotando posições diferentes. Averiguar como os primeiros anos da República foram tratados nas páginas destes dois periódicos é o objetivo deste artigo. À análise pretendida foram selecionadas ilustrações e artigos de opinião sobre Júlio de Castilhos, um dos líderes políticos da Revolução Federalista de 1893 no Rio Grande do Sul. As notícias e imagens demonstram que o conflito no sul não estava distante das discussões políticas do centro da República, o Rio de Janeiro, merecendo destaque em seus jornais ilustrados. Ainda, a Revolução possibilitou aos jornais exporem opiniões diferentes em relação ao andamento da República e aqueles que estavam em seu governo.

PALAVRAS-CHAVE: República – Imprensa ilustrada – Revolução Federalista de 1893 – Rio de Janeiro.

 

A UNIFICAÇÃO DAS DIFERENÇAS E A “INVENÇÃO”
DO PATRIMÔNIO PARANAENSE

Paulo Cesar Tomaz


RESUMO: O presente artigo tem como objetivo discorrer sobre a preservação do patrimônio cultural no Paraná, buscando-se evidenciar os aspectos mais relevantes dessa trajetória a fim de se compreender seus desdobramentos nas diversas localidades do referido estado. A importância dessa reflexão se deveà complexa formação da sociedade paranaense, resultado da múltipla composição étnica que marcou a formação da referida província, fundada em 1853. Essa característica contribuiu para que as políticas culturais se voltassem na tentativa de se dissimular às diferenças étnicas e culturais no estado paranaense buscando-se unificar as diferenças e forjar uma identidade comum expressa em bens patrimoniais.

PALAVRAS-CHAVE: Patrimônio cultural – Preservação – Estado do Paraná.

 

O DISCURSO DA EFICIÊNCIA NA GESTÃO DA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
EM EXTREMA – SUL DE MINAS GERAIS

Isaías Pascoal e Maria Ruth de Carvalho


RESUMO: Este artigo tem o objetivo de analisar as contradições e fricções entre corpo docente e gestores da educação no município de Extrema, sul de Minas Gerais, por ocasião da realização do processo de avaliação de desempenho ordenado pelo prefeito municipal. Confronta seus discursos com suas práticas. Para tal, insere a avaliação de desempenho no interior de um arrojado projeto de mudança da estrutura educacional posto em prática pelo poder executivo municipal. Da análise emerge a categoria“eficiência”, chave para explicar o sentido das ações do prefeito e as tensões geradas no interior do corpo docente. Revela como campo de conflito as relações entre ambos, embora o fulcro das ações e das idéias do prefeito não seja atingido. O quadro que daí emerge é demonstrativo da complexidade das relações na qual os sujeitos se movimentam, e exprime as condições que tornaram possível a implantação do projeto de reforma idealizado pelo poder público municipal.

PALAVRAS-CHAVE: Eficiência – Avaliação – Conflito.

 

FAMÍLIA, CONDIÇÃO FEMININA E VIOLÊNCIA NO
CEARÁ DO FINAL DO PERÍODO COLONIAL

Walter de Carvalho Braga Júnior


RESUMO: Este artigo trata do estudo sobre a condição feminina no Ceará Colonial, seguindo um percurso que vai do modelo de relações homem-mulher estabelecido no Brasil, seguido de um estudo sobre o espaço social feminino dentro da família e do domicílio. Dentro deste contexto abordarei também as organizações familiares constituídas através do concubinato e do amasiamento além de uma análise sobre a prostituição feminina no período colonial.

PALAVRAS-CHAVE: Família – Domicílio – Ceará.

 
Resenhas

LENTRE A CIÊNCIA E A ARTE:
PERCURSOS INTERDISCIPLINARES NA PESQUISA HISTÓRICA

Talitta Tatiane Martins Freitas

 

 

CORPO: IDENTIDADES, MEMÓRIAS E SUBJETIVIDADES
Maria Abadia Cardoso

 

 

A GUERRA PARTICULAR DE LENIN – A DEPORTAÇÃO DA INTELECTUALIDADE RUSSA
PELO GOVERNO BOLCHEVIQUE

Angela Nucci

 

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.