Fênix

 

MenuMaker POR UMA ABORDAGEM NÃO AGONÍSTICA DAS TEORIAS TEATRAIS: O CASO MEYERHOLD - Marcus Mota
 

POR UMA ABORDAGEM NÃO AGONÍSTICA DAS
TEORIAS TEATRAIS: O CASO MEYERHOLD

Marcus Mota
Universidade de Brasília – UnB
marcusmota@unb.br

RESUMO: Neste artigo eu proponho uma abordagem não agonística para interrogar teorias elaboradas a partir de obras teatrais. Pois, no lugar de ler teorias teatrais como textos homogêneos e fechados em si mesmos, deveríamos explorar a interface entre sua argumentação e os processos criativos. Para exemplificar essa abordagem proposta, textos de V.Meyerhold serão analisados.

PALAVRAS-CHAVE: Teoria teatral – História do Teatro – Meyerhold.

ABSTRACT: In this article I propose a non agonistic way to interrogate theories about performances. Instead of reading theatrical theories as homogeneous and autonomous texts, we should explore their interface between argumentation and the creative process they references with. In order to explain my approach, I examine V. Meyerhold’s theoretical texts.

KEYWORDS: Theatre Theory – Theatre History – Meyerhold.


abrir  download

Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.