Fênix

 

MenuMaker
 

ESTRUTURA DE POSSE DE ESCRAVOS EM SÃO PAULO E MINAS GERAIS
NO INÍCIO DO SÉCULO XIX: SIMILITUDES E DESSEMELHANÇAS

Iraci del Nero da Costa
Universidade de São Paulo - USP
idd@terra.com.br

Francisco Vidal Luna
Universidade de São Paulo - USP
fvluna@terra.com.br

RESUMO: Neste texto indicamos as muitas semelhanças e as poucas dissimilitudes existentes, ao abrir-se o século XIX, nas estruturas de posse de escravos de São Paulo e Minas Gerais, duas capitanias limítrofes que, à época, conheciam momentos econômicos distintos. Enquanto em Minas Gerais o clima era de esgotamento da atividade de exploração do ouro e dos diamantes, em São Paulo se conhecia o dinamismo decorrente da ampliação das atividades agrícolas. Mesmo assim, os dados contemplados em nosso estudo revelaram que as referidas estruturas de posse de cativos guardavam um alto grau de similitude. Ademais, o perfil de tais estruturas diferia radicalmente daquele desenhado pela historiografia brasileira tradicional.

PALAVRAS-CHAVE: Escravidão – Estrutura de posse de escravos – São Paulo e Minas Gerais


SLAVE OWNERSHIP STRUCTURE IN SÃO PAULO AND MINAS GERAIS:
SIMILARITIES AND DISSIMILARITIES

ABSTRACT: In this article we point out some of the many similarities and few differences in the slaveholding structures in São Paulo and Minas Gerais in the nineteenth century. Those two Brazilian capitanias experienced distinct economic moments at that time. While Minas Gerais was undergoing a decline in its gold and diamond mining economy, São Paulo showed a dynamic growth in its agriculture. Despite those differences, the data analyzed in our study reveal a substantial similarity between the slaveholding structures of both capitanias. Moreover, the characteristics of those structures differed dramatically from what is described in the traditional Brazilian historiography.

KEYWORDS:
Slavery – Slaveholding structures – São Paulo and Minas Gerais

 

abrir  download

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.