Fênix

 

MenuMaker
 

PARA UMA CARTOGRAFIA DO PROGRAMA ESCOLA SEM PARTIDO

Jair Miranda de Paiva
Universidade Federal do Espírito Santo – UFES/São Mateus
jmipaiva@gmail.com

RESUMO: Este artigo investiga o programa denominado escola sem partido na perspectiva da cartografia. Consideramos que o programa se sustenta numa imagem dogmática do pensamento e demonstra que, a par de sua tosca leitura sobre realidade da educação e com o pretexto de defender alunos, crianças, adolescentes e até universitários, denominados “audiência cativa”, o programa representa um avanço do conservadorismo, da simplificação, dos clichês na educação, levando à impotência do professor, mediante incentivo a delações e judicialização do espaço de ensinar. Sustenta, em defesa da escola, que há sinais de potências curriculares e de pensamento criativo na escola. Finalmente, aponta a necessidade de defesa da escola como construção do espaço público, da convivência com o conflito, da afirmação da pluralidade, da convivência respeitosa na divergência, diante do pouco compromisso com a aceitação das diferenças demonstrado pelo programa citado.

PALAVRAS-CHAVE: Escola Sem Partido – Cartografia – Dogmatismo – Defesa da escola.

FOR A CARTOGRAPHY OF THE NON-PARTY SCHOOL PROGRAM

ABSTRACT: This article investigates the program called Non Party School (Escola Sem Partido) in the perspective of cartography. Considers that the program is based on a dogmatic image of thought and shows that, together with its crude reading about the reality of education, under the pretext of defending pupils, children, adolescents and even university students, called the "captive audience", the program represents a advancement of conservatism, simplification, clichés in education, leading to impotence of the teacher, through encouragement to delations and judicialization of teaching space. It maintains, in defense of the school, that there are signs of curricular powers and creative thinking in school. Finally, it points out the need for defense of the school as a construction of the public space, of living conflict, of affirming plurality, of respectful coexistence in divergence, given the little commitment to accepting the differences demonstrated by the program quoted.

KEYWORDS:
Non-Party School – Cartography – Dogmatism – School Defense

 

abrir  download

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.