Fênix

 

MenuMaker
 

MALDITAS NÚPCIAS: A BIGAMIA NOS REGIMENTOS DA INQUISIÇÃO E NAS ORDENAÇÕES DO REINO

Geraldo Pieroni
Universidade Tuiuti do Paraná – UTP
geraldopieroni@yahoo.com

RESUMO: De acordo com Regimentos e Ordenações portuguesas do século XVI, o casamento cristão segue a lógica da aliança de Deus com a humanidade e se apoia sobre a encarnação de Cristo na história dos homens, de onde emerge toda a moral conjugal. A razão primeira deste «sacramento», desta inviolabilidade social, deriva do mandamento contido no Evangelho: «Não separe, pois, o homem o que Deus uniu». Discuto aqui, evidentemente, sobre o casamento contraído segundo as normas canônicas, «por palavras de presente», o que significa, das núpcias que os fieis celebram na igreja diante de um padre. Romper o casamento cristão significa quebrar a aliança entre Deus e o seu povo; portanto, isto comporta uma dessacralização, um pecado, um crime, uma inversão da ordem divina concebida pela Igreja. Aqueles que já haviam contraído matrimônio na Igreja Católica e, porventura, se casassem uma segunda vez, foram duramente castigados.

PALAVRAS-CHAVE: Igreja - Estado - Leis - Inquisição - Portugal/Brasil



CURSED NUPTIALS: BIGAMY IN REGIMENTS OF THE INQUISITION AND THE ORDINANCES OF THE KINGDOM

ABSTRACT: According to Regiments and Portuguese Ordinances of the sixteenth century, the christian marriage follows the logic of God's covenant with humanity and is based on the incarnation of Christ in human history, whence all conjugal morality emerges. The first reason of this "sacrament," of this social inviolability, derives from the commandment contained in the Gospel: " What therefore God has joined together, let no man put asunder." We discuss here about the marriage contracted according to the canonical norms, "by this word”, which means the wedding that the faithful celebrate in the church before a priest. Breaking the Christian marriage means breaking the covenant between God and his people; therefore, this involves a desecration, a sin, a crime, an inversion of the divine order conceived by the Church. Those who had contracted marriage in the Catholic Church and perhaps get married a second time, were harshly punished.

KEYWORDS:
Church - State - Laws - Inquisition - Portugal / Brazil

 

abrir  download

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.