Fênix

 

MenuMaker
 

A (IN)VISIBILIDADE DO LOUCO INFRATOR: UMA ANÁLISE DO MOVIMENTO ANTIMANICOMIAL EM GOIÁS

Éder Mendes de Paula
Faculdade Evangélica de Goianésia – FACEG
falecomoprofessoreder@gmail.com

Agnes Raquel Camisão
Faculdade Evangélica de Goianésia – FACEG
agnescamisao1963@gmail.com

RESUMO: O presente artigo pretende abarcar a visualização do louco infrator a partir da luta antimanicomial no Brasil, mais precisamente das disputas em torno da promulgação da lei 10.216/01, traçando um aspecto histórico dos governos ditatoriais e a chamada indústria da loucura até a elaboração do projeto de lei do deputado Paulo Delgado e todas as discussões levantadas a partir de então. Essa abordagem também permite pensar como a sociedade brasileira, em particular a goiana, compreendia o louco, a loucura e o louco infrator nestes contextos.

PALAVRAS-CHAVE: Loucura – Crime – Sociedade – Autoritarism


THE (IN) VISIBILITY OF THE MADMAN: AN ANALYSIS OF THE ANTIMANICOMIAL MOVEMENT IN GOIÁS

ABSTRACT: This article intends to encompass a visualization of the madman offender from the antiasylum fight in Brazil, more precisely from the disputes surrounding the promulgation of Law 10.216 / 01, tracing a historical aspect of dictatorial governments and the so-called madness industry until the drafting of the bill by the Congressman Paulo Delgado and all the discussions raised from then on. This approach also allows us to think about how Brazilian society, in particular Goiania, understood the madman, the madness and the crazy offender in these contexts.

KEYWORDS:
Madness - Crime - Society - Authoritarianism

 

abrir  download

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.