Fênix

 

MenuMaker
 

ARTE, POLÍTICA E SOCIEDADE: ENGAJAMENTO E TRANSFORMAÇÃO SOCIAL NA OBRA DE VIK MUNIZ

Sandra de Cássia Araújo Pelegrini
Universidade Estadual de Maringá – UEM
sandrapelegrini@yahoo.com.br

Gustavo Batista Gregio
Universidade Estadual de Maringá – UEM
gustavogregio@hotmail.com

RESUMO: O artigo discute como os preceitos da Arte Contemporânea influenciaram o artista brasileiro Vik Muniz, pois os artífices dessa forma de expressão artística repensaram os padrões pictóricos e escultóricos tradicionais de representação visual, introduzindo novas técnicas e materiais, além de conferir uma dinâmica diferenciada à linguagem e às relações entre o artista e o público. Tal conjectura toma como referência de estudo as séries intituladas The Sugar Children (1996) e Pictures of Garbage (2007-2009), essa segunda, concebida no aterro sanitário do Jardim Gramacho (Rio de Janeiro), foi retratada no filme documentário Lixo Extraordinário (2010). Por meio dessas obras, o artista plástico dialoga com questões sociais e políticas, como a inclusão social, sustentabilidade e políticas públicas, adota diversas linguagens estéticas, rompe com os paradigmas tradicionais de representação estética, além de transformar sujeitos anônimos em personagens de releituras de obras universalmente conhecidas.

PALAVRAS-CHAVE: Vik Muniz - História - Arte Engajada - Arte Contemporânea


ART, POLITICS AND SOCIETY: ENGAGEMENT AND SOCIAL TRANSFORMATION IN VIK MUNIZ'S WORK

ABSTRACT: The article discusses how the precepts of Contemporary Art influenced the Brazilian artist Vik Muniz, because the art crafts of this form of artistic expression rethought the traditional pictorial and sculptural patterns of visual representation, introducing new techniques and materials, as well as imparting a differentiated dynamic to the language and relations between the artist and the public. This conjecture takes as a study reference the series entitled The Sugar Children (1996) and Pictures of Garbage (2007-2009), the latter, conceived in the landfill of Jardim Gramacho (Rio de Janeiro) and whose process was portrayed in the documentary film Waste Land (2010). Through these works, the artist dialogue with issues such as social inclusion, sustainability and public policies, adopts a diversified aesthetic languages, breaks with traditional paradigms of aesthetic representation and transform anonymous subjects into characters re-reading works universally known.

KEYWORDS:
Vik Muniz - History - Engaged Art - Contemporary art

 

abrir  download

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.