Fênix
 
MenuMaker
 

MAGIA, UMBANDA E ESPIRITISMO: FICÇÃO, DOUTRINA E IDENTIDADE RELIGIOSA NA OBRA DE LOURENÇO BRAGA

Edgard Leite Ferreira Neto
Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
edleiteneto@yahoo.com.br

RESUMO: Nos anos 1940 surge a obra “Os mistérios da Magia”, da autoria de Lourenço Braga. O autor dedicou-se a escrever obras de viés doutrinário sobre a Umbanda, fazendo parte da geração dos chamados intelectuais da nova religião. Faz parte, portanto, de uma geração dedicada a tornar a Umbanda conhecida e a propor um esforço identitário, capaz de peculiarizá-la frente a um amplo prisma de realidades cultuais aparentadas ou assumidamente ligadas ao passado africano. Neste sentido, Lourenço Braga habita um espaço interdiscursivo no qual as homologias com o Espiritismo e com a própria religião dominante aparecem como recursos narrativos, apontando para o distanciamento com os valores africanos. Ao contrário de suas obras de conteúdo explicitamente doutrinário, “Os mistérios da Magia” trata-se de um romance. Assim, a construção da narrativa e dos personagens, bem como os valores que veicula, apontam para a condição documental da obra, capaz de ser interrogada pelo trabalho historiográfico na busca de representações de uma realidade datada. No caso específico aqui enfocado, a obra de Lourenço Braga remete a valores, a projetos de identidade religiosa, a simplificações imaginárias extremamente importantes para o esforço compreensivo do trabalho dos primeiros intelectuais da Umbanda.

PALAVRAS-CHAVE: Umbanda; Magia; Espiritismo


MAGIC, UMBANDA, AND SPIRITUALISM: FICTION, DOCTRINE AND RELIGIOUS IDENTITY IN THE WORK OF LOURENÇO BRAGA

ABSTRACT: In the 1940’, “The Mysteries of Magic” immerged from the author Lourenço Braga. The author dedicated himself to writing bias doctrine about the Umbanda, becoming a part of the new religion intellectuals generation. Therefore, becoming a part of the generation dedicated to making the Umbanda known while giving it an identity, capable of being peculiar amongst an expansive perspective of cultural realities apparently or assumingly having African Roots. In this sense, Lourenço Braga inhabits an interdiscursive space in which the homologies with spiritualism and the dominant religion itself appear to be narrative resources, pointing out the estrangement of African values. Contrary to his explicitly doctrine content, “The Mysteries of Magic” is addressed as a romance. Thus, the constructions of the narrative and of the characters, as well as the values that they embody, show a documental condition in the work, capable of being interrogated by historical-geographical works in search of representations of documented realities. In this specific case, Lourenço Braga refers to values, religious identity projects, and imaginary simplifications that are extremely important to efforts in comprehending the first Umbanda intellectual´s works.

KEYWORDS:
Umbanda; Magic; Spiritualism

 

abrir  download

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.