ARTIGOS


- O Arcaísmo Político no Brasil: As Contribuições de Maria Isaura Pereira de Queiroz Lidas à Luz do Pensamento Social Brasileiro -
Maria José de Rezende

- Eça de Queirós: Um Elo Esquecido no Modernismo Brasileiro - Mônica Pimenta Velloso

- História e Memória: O Rádio por seus Locutores - Francisco Alcides do Nascimento

- A “Glorificação dos Santos Franciscanos” do Convento de Santo Antônio da Paraíba: Algumas Questões sobre Pintura, Alegoria Barroca e Produção Artística no período Colonial - Carla Mary da Silva Oliveira

- A Arte no Tempo: Por uma Perspectiva Sociocultural dos Objetos Artísticos - Giselle Martins Venâncio

- Etnogênese Mbayá- Guaykuru: Notas Sobre Emergência Identitária, Expansão Territorial e Resistência de Um Grupo Étnico no Vale do Rio Paraguai (C . 1650-1800) - Francismar Alex Lopes de Carvalho

- “É uma Estranha Empresa Fazer Rir as Pessoas Honestas”: A Arte de Fazer Comédia para Molière a Partir da Peça Teatral Don Juan - Eliane Alves Leal

- Cinema: A Modernidade e Suas Formas de Entretenimento - Kellen Cristina Marçal de Castro Neves

DOSSIÊ "TEORIAS DO ESPETÁCULO E DA RECEPÇÃO"


- Apresentação do Dossiê “Teorias do Espetáculo e da Recepção” - Robson Corrêa de Camargo

- A Arte da Borboleta: Do Casulo Ao Vôo - Edélcio Mostaço

- O Paradoxo de Ana: Música e Dança – Uma Proposta de Compreensão desta Relação - Adriana Fernandes

-Natyasastra: Teoria Teatral e a Amplitude da Cena -
Marcus Mota

- Teatro em Carrocerias de Caminhões -Theater on Trucks - John C. Dawsey

- Fernando Peixoto: Um Artista Engajado na Luta Contra a Ditadura Militar (1964-1985) - Rosangela Patriota e Alcides Freire Ramos

- Dos Bastidores ao Palco: A Prática Teatral da União Operária - Vera Collaço

- A Pantomima e o Teatro de Feira na Formação do Espetáculo Teatral: O Texto Espetacular e o Palimpsesto - Robson Corrêa De Camargo

- O Teatro Artaudiano e a Zona Intersticial de Uma Lógica Esquecida - Vanessa Curty


- Estudos Culturais, Recepção e Teatro: Uma Articulação Possível? - Taís Ferreira

RESENHA


- A Variedade da Arte Teatral Brasileira por Meio de Temas, Formas e Conceitos Expressos no Dicionário do Teatro Brasileiro -
Rodrigo de Freitas Costa


EDITORIAL

É com grande satisfação que trazemos a público mais uma edição da Fênix – Revista de História e Estudos Culturais (Volume 3, Ano III, número 4). Essa é de especial relevância, pois, com ela, celebramos o segundo ano de existência do nosso periódico, o que é motivo de muita felicidade.

O site www.revistafenix.pro.br entrou no ar em dezembro de 2004 com o objetivo de divulgar uma publicação que se caracterizasse pela agilidade, universalidade e gratuidade tanto na divulgação quanto no acesso. Essa preocupação, porém, não encerrava as expectativas depositadas na sua criação. Pelo contrário, o grande propósito era tornar acessível uma publicação capaz de incentivar a interlocução acadêmica e a ampla divulgação de pesquisas instigantes e de alto nível, procurando traduzir a dinâmica e a diversidade da Pesquisa Histórica e dos Estudos Culturais.

Os resultados positivos obtidos com esse projeto, considerando também a atual edição, materializam-se na publicação de treze (13) resenhas e noventa e sete (97) artigos, oriundos de diferentes estados do Brasil: Piauí, Paraíba, Pernambuco, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Ademais, a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais acolheu sete (07) dossiês, a saber: Chico Buarque & Vianinha: arte e política no Brasil Contemporâneo (organizado pela Editoria), História Oral (organização de Paulo Roberto de Almeida), Homenagem a Jorge Andrade – 50 anos d'A Moratória: Encruzilhadas da Literatura e da História (organização de Diógenes Maciel), Cinema-História (organização de Sheila Schvarzman), Teoria da História (organização de Pedro Spinola Pereira Caldas), História e Visualidades (organização de Alcides Freire Ramos) e Teorias do Espetáculo e da Recepção (organização de Robson Camargo).

Vale salientar que, ao longo desses dois anos, a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais deu passos decisivos para a sua consolidação no meio acadêmico. Isto pode ser afirmado não somente por ter sido incluída no Portal de Periódicos de Acesso Livre da CAPES e em um importante indexador internacional, o DOAJ - Directory of Open Access Journals, ambas ocorridas em 2006, mas também pelo fato de ela ter melhorado sua avaliação no QUALIS/CAPES. Tudo isso contribuiu para o aumento de seu impacto junto à comunidade acadêmica nacional e internacional das áreas de História, Letras e Artes. Como comprovação dessa melhora, deve-se destacar o aumento considerável da remessa de artigos, a predominância da colaboração de doutores e o recebimento de artigos internacionais. Outro indicador importante, para a avaliação das atividades desenvolvidas nesses dois anos, diz respeito ao número de visitas ao site, isto é, até o momento, a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais recebeu mais de trinta e seis mil (36.000) consultas, assim divididas: 70% dos acessos originam-se do Brasil, e os 30% restantes são internacionais (Portugal, EUA, México, França, Itália, Espanha, Alemanha, Moçambique, Suécia, Inglaterra, entre outros). Por fim, cabe sublinhar que, como coroamento de todo esse processo, a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais concorreu a recursos de Edital de apoio a publicações científicas e, com base no bom desempenho desses dois últimos anos, foi contemplada e já está recebendo recursos financeiros do CNPq e da Capes.

Entretanto, é preciso que se diga: muito pouco teria sido feito sem o envolvimento da Secretaria Executiva e dos Conselhos Editorial e Consultivo. O desprendimento e a coragem dos diretamente envolvidos nessa empreitada foram de grande importância para o bom encaminhamento dos trabalhos, mantendo a qualidade editorial e publicando artigos de excelência. Acima de Tudo, devemos aqui registrar uma especial menção aos nossos leitores e colaboradores: sem eles, nada disso teria sido possível. Por esta razão, queremos expressar nossos mais sinceros agradecimentos a todos aqueles que, acessando o site ou enviando seus artigos, contribuíram e contribuem para que a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais tenha sido tão bem recebida.

Com efeito, mais um bom exemplo dessa afirmação pode ser verificado nesse número, que ora vem a público. Nele, o leitor será motivado a conhecer melhor as nossas artes cênicas graças ao excelente Dossiê Teorias do Espetáculo e da Recepção, organizado por Robson Camargo e que é composto por artigos de Edélcio Mostaço, John C. Dawsey, Marcus Mota, Vera Colaço, Adriana Fernandes, entre outros importantes pesquisadores. Além disso, encontrará fora do Dossiê duas contribuições relevantes para os estudos teatrais brasileiros: o artigo de Eliane Alves Leal e a resenha de Rodrigo de Freitas Costa a respeito do Dicionário do Teatro Brasileiro: temas formas e conceitos, publicado pela Editora Perspectiva, em 2006.

Como se não bastasse, ainda na seção livre, o leitor entrará em contato com instigantes incursões de cunho teórico nos artigos de Maria José de Rezende e Giselle Martins Venâncio. Por outro lado, os interessados em Literatura, Radiofonia ou Artes Plásticas terão, respectivamente, nos artigos de Mônica Pimenta Velloso, Francisco Alcides do Nascimento e Carla Mary de Oliveira, a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos. Completando essa seção, há dois artigos de igual interesse: o de Francismar Carvalho, que discute a questão indígena no Brasil, e o de Kellen M. Castro Neves a respeito do processo de transformação pelo qual passou o circuito exibidor brasileiro de cinema, nos últimos vinte anos.

A expectativa em relação a esse novo número é a de que ele tenha aceitação semelhante aos anteriores. Portanto, é com imensa satisfação e orgulho que convidamos nossos leitores a enveredarem pelas páginas da Fênix – Revista de História e Estudos Culturais. Desejamos que, nos próximos anos, nossos leitores e colaboradores continuem a prestigiar esse periódico sempre aberto a novas colaborações. 

Boa leitura a todos!

Alcides Freire Ramos, Pedro Spinola Pereira Caldas e Rosangela Patriota

Editores da Fênix – Revista de História e Estudos Culturais