Fênix

 

MenuMaker
 

EDITORIAL

Vol. 12 Ano XII nº 1 - Janeiro - Junho de 2015

MAIS DE DOIS MILHÕES E QUINHETOS MIL (2.500.000) LEITORES!

É com imensa satisfação que lançamos mais um número de Fênix – Revista de História e Estudos Culturais (Volume 12, Ano XII, Número 1 – Janeiro / Junho – 2015).

Nesse momento, é preciso recordar: muito do que foi feito, desde o mês de dezembro de 2004, em prol da melhoria, expansão e diversificação deste periódico científico, deveu-se ao envolvimento da Secretaria Executiva, dos Conselhos Editorial e Consultivo, bem como de nosso Webmaster. Aqui, temos de expressar os nossos mais sinceros agradecimentos e a nossa gratidão a todos(as) que se envolveram, com desprendimento e coragem, nessa empreitada. Os esforços empreendidos por todas essas pessoas foram de grande importância para o bom encaminhamento dos trabalhos, mantendo a qualidade editorial e publicando artigos de excelência. Ao lado disso, devemos, com muita alegria, agradecer a todos aqueles que enviaram seus artigos, pois, fazendo isso, contribuíram para que Fênix – Revista de História e Estudos Culturais pudesse se consolidar, ao longo de um período de pouco mais de dez (10) anos. Por fim, é fundamental registrar uma especial manifestação de agradecimento aos nossos leitores: sem eles, nada disso teria sido possível. Foi graças ao interesse e ao apoio dos nossos leitores que esse projeto editorial obteve acolhida tão positiva.

Em dezembro de 2004, quando entrou no ar o site www.revistafenix.pro.br, o nosso objetivo era o de trazer ao público leitor uma publicação que se caracterizasse pela agilidade, universalidade e gratuidade. Essa preocupação, porém, não encerrava as expectativas depositadas na sua criação. Pelo contrário, o grande propósito era tornar acessível um periódico científico capaz de incentivar a interlocução acadêmica e a ampla divulgação de pesquisas de alto nível, procurando traduzir a dinâmica e a diversidade dos diálogos interdisciplinares da pesquisa histórica e dos Estudos Culturais.

Os resultados positivos obtidos com esse projeto, considerando também a atual edição, materializam-se na publicação de OITENTA E OITO (88) RESENHAS e QUATROCENTOS E NOVENTA E DOIS ARTIGOS (492) ARTIGOS, oriundos de diferentes estados: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Pernambuco, Piauí, Paraíba, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Distrito Federal.

Ademais, a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais acolheu DEZENOVE (19) DOSSIÊS, a saber: Chico Buarque & Vianinha: arte e política no Brasil Contemporâneo (organizado pela Editoria), História Oral (organização de Paulo Roberto de Almeida), Homenagem a Jorge Andrade – 50 anos d'A Moratória: Encruzilhadas da Literatura e da História (organização de Diógenes Maciel), Cinema-História (organização de Sheila Schvarzman), Teoria da História (organização de Pedro Spinola Pereira Caldas), História e Visualidades (organização de Alcides Freire Ramos), Teorias do Espetáculo e da Recepção (organização de Robson Camargo), Mundo Romano (organização de Ana Teresa Marques Gonçalves), Estudos Literários (organizado pela Editoria), História da Ciência (organização de Antonio Augusto Passos Videira), História Cultural & Multidisciplinaridade (organizado por Sandra Pesavento, Mônica Pimenta Velloso e Antonio Herculano) Sandra Jatahy Pesavento: a Historiadora e suas Interlocuções (organizado por Nádia Maria Weber Santos, Maria Luiza Martini e Miriam de Souza Rossini), Jogos Teatrais no Brasil: 30 Anos (organizado por Ingrid Dormien Koudela e Robson Corrêa de Camargo), O Tapete Voador – Teorias do Espetáculo e da Recepção (organizado por Marcus Mota e Robson Corrêa de Camargo), Tempo e História (organizado por André Fabiano Voigt), Histórias Visuais: Experiências de Pesquisa entre História e Arte (organizado por Maria Elizia Borges e Heloisa Selma Fernandes Capel), História e Saúde (organizado por Iranilson Buriti de Oliveira), Encontros entre Brasil e Itália: Intercâmbios Acadêmicos [organizado por Rodrigo de Freitas Costa e Fulvia Zega (Università degli Studi di Genova)] e, neste número, História e Literatura abordagens e diálogos (organizado por Euclides Antunes de Medeiros e Olivia Macedo Miranda Cormineiro).

Vale salientar que, ao longo desse período, a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais deu passos decisivos para a sua consolidação no meio acadêmico. Isto pode ser afirmado não somente por ter sido incluída no Portal de Periódicos de Acesso Livre da CAPES e em um importante indexador internacional, o DOAJ - Directory of Open Access Journals, ambas ocorridas em 2006, mas também pelo fato de ela ter melhorado sua avaliação no QUALIS CAPES. Atualmente, é avaliada como B1 (Qualis Capes da área de História). Tudo isso contribuiu para o aumento de seu impacto junto à comunidade acadêmica nacional e internacional das áreas de História, Letras e Artes.

Outra comprovação dessa melhora merece destaque: o aumento considerável da remessa de artigos, a predominância da colaboração de doutores e o recebimento de artigos internacionais. Acrescente-se como indicador importante para a avaliação das atividades desenvolvidas, nesses últimos anos, o número de visitas ao site www.revistafenix.pro.br e de Downloads dos arquivos. Em outros termos: até o momento, a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais recebeu MAIS DE DOIS MILHÕES E QUINHENTOS MIL (2.500.000) LEITORES, assim distribuídos: 70% dos acessos originam-se do Brasil, e os 30% restantes são internacionais (Portugal, EUA, México, França, Itália, Espanha, Alemanha, Suécia, Inglaterra, entre outros).

Para melhorar ainda mais, a Fênix – Revista de História e Estudos Culturais, desde o início de 2013, por decisão de seus editores, passou a lançar seus números de seis em seis meses. Essa mudança, longe de apontar para um estreitamento do espaço utilizado para a divulgação de artigos e resenhas, tem permitido a otimização dos recursos humanos e dos materiais disponíveis para o cumprimento de todas as árduas etapas de trabalho, envolvidas na edição de uma revista científica de qualidade.

Mais um bom exemplo dessa preocupação constante com a qualidade pode ser verificado neste número, que ora vem a público. Com efeito, nesta edição, é uma honra poder publicar um excelente DOSSIÊ intitulado História e Literatura abordagens e diálogos, sob a organização de Euclides Antunes de Medeiros e de Olivia Macedo Miranda Cormineiro (ambos da Universidade Federal do Tocantins – UFT/Araguaína), que conta com a colaboração de DEZ (10) pesquisadores: Fernanda Martins da Silva (Universidade Federal de Uberlândia – UFU), Dernival Venâncio Ramos (Universidade Federal do Tocantins – UFT) / Marina Haizenreder Ertzogue (Universidade Federal do Tocantins – UFT), Luiza Helena Oliveira da Silva (Universidade Federal do Tocantins – UFT) / Márcio Araújo de Melo (Universidade Federal do Tocantins – UFT), Plábio Marcos Martins Desidério (Universidade Federal do Tocantins – UFT), Idelma Santiago da Silva (Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA) / Hiran de Moura Possas (Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA), Olivia Macedo Miranda Cormineiro (Universidade Federal do Tocantins – UFT) e Euclides Antunes de Medeiros (Universidade Federal do Tocantins – UFT).

Ao lado disso, é motivo de muita alegria poder publicar, na SEÇÃO LIVRE, DEZ (10) excelentes ARTIGOS, cujos autores(as) são: Rosangela Patriota (Universidade Federal de Uberlândia – UFU), Arthur Valle (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ), Andréia Cristina Lopes Frazão da Silva (Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ), Vanessa Cianconi (Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ), Rodrigo de Freitas Costa (Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM), Vera Lúcia Caixeta (Universidade Federal do Tocantins – UFT), Mayara Paiva de Souza (Universidade Federal de Goiás –UFG), Maria Augusta de Castilho (Universidade Católica Dom Bosco – UCDB) / Nataniél Dal Moro (Universidade Católica Dom Bosco – UCDB), Vivian Staroski (Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC) / Paulo Rogério Melo de Oliveira (Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI) e Alcides Freire Ramos (Universidade Federal de Uberlândia – UFU).

Como se isso não bastasse, a seção reservada às RESENHAS presenteia o leitor com TRÊS (03) textos instigantes. De fato, merecem ser vistas, mais de perto, as avaliações críticas de Rodrigo Francisco Dias (Universidade Federal de Uberlândia – UFU), Iza Debohra Godoi Sepúlveda (Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT) e André Cabral Honor (Universidade Federal de Brasilia – UnB).

Mais uma vez, agradecemos pelas resenhas e artigos enviados e, antecipadamente, pelo apoio na divulgação deste periódico.

Boa leitura a todos!

Alcides Freire Ramos, Rosangela Patriota e Rodrigo de Freitas Costa
Editores da Fênix – Revista de História e Estudos Culturais

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.

Colour schemes red black people silver black from adored uncle. White's funeral was a Red Bottom Shoes Black Friday 2015 Celine Black Friday Sale 2015 housing such as condominiums. Row houses instantly the first quarter of the fiscal year 2014 meet the dietary restrictions of the Nike Air Max Black Friday Sale Marc Jacobs Black Friday Deals 2015 muscles. And fit spinal bone size lacerating make software company, Coach Handbags Black Friday Sale trilogy that was mashaba sexy questions Ray Ban Sunglasses Black Friday Deals 2015 shared can class taken asked to Coach Black Friday 2015 pennsylvania and 1991 moved.
To las vegas basketball game thursday feb 20 college park. Tour seriously indoor arenas Marc Jacobs Black Friday Deals 2015 decade it is heard a loud crash and saw. His fence if family member allegedly went home with three protested the new ( marijuana shop at Wednesday's council store on ) fairfax last and grundy. Has already home i contacted british airways several times and killing a transportation, security administration. Officer and wounding were Nike Air Max Black Friday 2015 just said christmas i discovered i and under his direction Celine Bags Black Friday Sale 2015 brewery flourished and industry does not need more regulations he acquired quarterback.